POSTULANTE OBREIRO: apresentar o “Certificado do Curso Livre de Teologia ou Diploma do Curso Livre de Teologia, Diploma da MQCC, Missões Urbanas ou Transculturais do CTMQ ou Certificado da ECQ”.

Requisitos para Indicação de Obreiro Credenciado:

  1. Ter aceito a Jesus como único e suficiente Salvador, tendo sido batizado nas águas em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo há mais de 2 anos;
  2. Reconhecer a Bíblia como a Palavra de Deus e viver de acordo com seus princípios cristãos, honrando a Deus, a Família, a Nação e a Igreja do Evangelho Quadrangular
  3. Ser batizado no Espírito Santo evidenciado por línguas estranhas
  4. Estar em comunhão com Deus, com a Igreja e com os líderes
  5. Conhecer o Estatuto da Igreja do Evangelho Quadrangular e estar de acordo com o mesmo, disposto a cumpri-lo
  6. Conhecer a Declaração de Fé da Igreja do Evangelho Quadrangular e estar de acordo com ela;
  7. Ter vida no altar, segundo os princípios da Palavra de Deus;
  8. Ser maior de 18 anos ou emancipado;
  9. Ter concluído um dos cursos oficiais da Secretaria Geral de Educação e Cultura, devidamente comprovado por meio de cópia autenticada do certificado anexada ao processo de postulação;
  10. Ter convicção do “CHAMADO” do Senhor para realizar a obra;
  11. Estar disposto a cumprir o IDE de Jesus obedecendo a liderança da Igreja, sabendo que no Ministério Quadrangular somos missionários itinerantes;
  12. Ter convicção da vocação sabendo que o seu trabalho é pastoral e de cunho vocacional e sem nenhum vínculo empregatício com a Igreja do Evangelho Quadrangular.

Documentos para postulante a Obreiro Credenciado:

  • Certificado de um dos Cursos Oficiais da Secretaria Geral de Educação
  • Cédula de Identidade
  • CPF
  • Certificado de Reservista ou Certificado de Dispensa da Incorporação
  • Título de Eleitor, se não possui, apresentar comprovante de votação da última eleição
  • Certidão de Casamento
  • Certidão de títulos e Protestos.

Válidos somente documentos emitidos pelos Cartórios de Títulos e Protestos do Município de residência do postulante. Não serão, aceitos em hipótese alguma, documentos emitidos por: contadores; serviço de proteção ao crédito; serasa; declarações de próprio punho com firma reconhecida.

O postulante deve solicitar as certidões em todos os cartórios de títulos e protestos do município de residência, sob pena de ter seu processo anulado, ou seja, devem ser anexadas tantas certidões quantos forem os cartórios de títulos e protestos do município.

 

  • Certidão de Distribuição Cível. * Essa Certidão deve ser solicitada junto ao Fórum do Município;
    • Em caso de certidão positiva, ou seja, havendo apontamentos contra o nome do postulante, este deve tomar uma das seguintes providências:
  1. Se o processo já foi extinto, porém, ainda não foi baixado pela justiça, requerer a Certidão de Objeto e Pé, junto ao Cartório da Vara onde corre o processo. Este documento dará anuência aos apontamentos já liquidados pelo postulante;
  1. Se os apontamentos estiverem relacionados a homônimos, então deve-se requerer a Certidão de Homônimo, junto ao Cartório da Vara onde corre o processo.

Atenção:

  • Não confundir este documento com a Certidão de Distribuição Criminal;
  • Se o postulante tiver apontamentos nesta certidão ainda pendentes perante a justiça, terá seu processo anulado.
  • Atestado de Antecedentes Criminais
  • Ata do Conselho Diretor Local aprovando o nome do postulante ao ingresso ao Ministério